domingo, 22 de junho de 2014

Kit Gráfico da Tornado em Corel

 Já falei muitas vezes o quanto é econômico os adesivos feitos nas gráficas quando se tem as medidas exatas das motos.  Muitas pessoas continuam preferindo os adesivos comprados em decorrência da qualidade deles.  É verdade que os adesivos comprados prontos tem uma qualidade superior, ainda sim a adesivagem da minha moto esta resistindo muito bem, mesmo sem ter colocado nenhuma outra proteção papel contact o qual recomendo bastante.

As fotos abaixo são de uma tornado que foi adesivada utilizando os adesivos que temos aqui no blog, logo depois da personalização feita pelo dono. Sem mais delongas abaixo todas as fotos:










quinta-feira, 29 de maio de 2014

Como preparar o Motor da XR 200




Certamente eu já falei muitas vezes aqui no blog sobre as péssimas experiências com preparações de motores quando o assunto é alterar no cilindro da moto. Alguns acharam as matérias amadoras ( o que realmente são já que eu relato aqui as minhas experiências ). Não disse em nenhum momento que a preparação de motores era impossível, somente um pouco inviável retratando as minhas experiências e os gastos que seriam necessários. Hoje eu vou falar de um modo de preparação simples mas que realmente funciona adicionando 2 cavalos de força a mais na sua XR 200 , NX 200 , CBX 200 e derivadas.

No meu tenho o motor da CBX 200 na minha moto, que tem 19 Cv ( cavalos de força ) enquanto da XR tem 17Cv ( cavalos de força ). Com as alterações o meu motor foi para 21Cv. A dica de hoje são os comandos preparados em conjunto com o CDI. São duas alterações relativamente simples mais que vão fazer toda diferença no seu motor. 






Primeiramente vamos falar do Comando de Válvulas WGK - BRAVO Racing , como nenhuma loja patrocina nosso humilde blog, já que não temos muitos leitores, vou apenas recomendar o comando e você pode pesquisar o melhor lugar para comprar. Pra você que não sabe este comando é capaz de abrir um pouco mais as válvulas de admissão e escape, além disso, o comando mantém a válvula por mais tempo aberta fazendo com que a mistura dentro do cilindro fique maior aumentando a taxa de compressão dentro do motor.
Assim ao efetuar a troca do comando você ganha potência (em cavalos) torque e mais giro no motor, melhorando o tempo de resposta da sua moto. Ao consultar um mecânico especializado em preparações ele me recomendou um CDI também preparado, a unidade de CDI é destinada exclusivamente à ignição da vela responsável pela queima. Neste caso usei o CDI High Performance MXPro ,fornecendo uma curva de avanço alterada dando maior potencia para o motor.

A diferença a moto é visível sem que sejam realizadas mudanças drásticas no motor que requerem maior pericia , cuidado e dinheiro então fica a dica.

Tags: Comando Bravo , CDI Preparado , CDI MXPRO, Comando Preparado , XR 200

quarta-feira, 7 de maio de 2014

5 Dicas pra comprar sua primeira moto usada.

Já se sabe que fazer trilha n]ao é um esporte que podemos chamar de barato. sabemos também que nem todas as pessoas podem começar no esporte com uma moto nova, fabricada exclusivamente para off road como é o caso da CRF 230 e TTR 230. Na verdade é comum nos depararmos com motos cujo os valores são um pouco mais acessíveis como é caso da DT 180 , DT 200 , XR 200, Tornado  250, XTZ 125, dentre muitas outras.

A verdade é que nem todo mundo que quer começar neste esporte entende de moto, por este motivo resolvi escrever um texto simples dando algumas dicas de como comprar sua moto usada. As dicas servem tanto para motos de trilha quanto de rua, lembrando que no caso das motos de trilha é normal uma coisa ou outra pra fazer já que elas são submetidas a condições as quais não foram originalmente fabricadas para aguentar ( até mesmo aquelas que foram, as condições muitas vezes são de extremo desgaste  ). Se você está lendo este artigo e conhece alguma outra dica favor completar nos comentário :).


Se você ainda está em dúvida de qual moto comprar sugirimos a leitura deste artigo:

Verificando o motor: 

Sem a menor sombra de dúvida o motor é uma das partes mais importantes a ser levada em consideração, por este motivo nunca compre uma moto sem antes verifica-lá funcionando. A verificação mais comum é olhar se a moto está soltando fumaça pelo cano de descarga, essa é uma medida inteligente para se saber se a moto está ou não queimando óleo. Porém, se o cano estiver sujo ou a moto  muito tempo parada é comum que ocorra a carbonização do cano de descarga fazendo com que a moto libere fumaça ao ligar. Tente deixar a moto ligada alguns minutos, e observe também a quantidade de fumaça que está saindo do cano. Se a moto estiver soltando muita fumaça mais depois de quente parar, exite uma grande probabilidade dos retentores de válvulas estarem gastos bastando a troca.  Outra fica importante é colocar o dedo dentro do cano de descarga, se moto estiver queimando óleo existe a chance do cano estar molhado oriundo do excesso de óleo que não foi queimado.  Algumas vezes quando a moto está queimando óleo basta a troca do kit cilindro por um novo, neste caso devemos analisar o valor da moto em conjuntos com as peças e mão de obra do mecânico que deve averiguar se existe ou não folga na biela.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Falta de manutenção do filtro de ar e seus riscos para o motor

 Aqui no blog Pimenta Motos já falamos da importância de realizar a troca do filtro de ar da sua moto e como isso pode influenciar diretamente no desempenho geral da motocicleta. Se você ainda não leu nosso textos sugiro que leia clicando aqui. No artigo explico que a simples troca do filtro de ar pode ocasionar até mesmo em ganho de potência. Lendo um blog do meu amigo, destinado a Off Road percebi que ele falou do mesmo assunto abordando vários temas então se você quiser um complemento maior acesso o blog deles.


A dica de hoje continua sendo sobre a troca do filtro de ar, mas não o momento certo de substituir a peça, ou quando realizar a devida manutenção ( apesar de que vamos abordar este tema ) , mais sim de como ignorar essas dicas podem prejudicar o motor da sua moto levando uma manutenção mais complexa e mais cara. Em outras palavras deixar de substituir ou de dar a manutenção no filtro de ar pode forçar você a ter que trocar o cilindro da sua moto. Se você não conhece nada sobre o funcionamento de motores, eu vou dar uma pequena explicação antes. O pistão da sua moto é composto de vários anéis, são eles que "raspão" o óleo do cilindro em cada ciclo feito pelo motor ( admissão, compressão, explosão e escape ). O pistão sobe sempre lubrificado pelo óleo e os anéis evitam que fiquem resíduos significativos de óleo, é por isso que durante a combustão a sua moto "não queima óleo".

Os anéis do pistão passam juntos as paredes do cilindro e quando existe algum arranhão normalmente provocado por descaso do piloto que esquece de trocar o óleo ou limpar e lubrificar o filtro de ar o pistão não consegue realizar a limpeza completa deixando resíduos significativos que vão ser queimados. Tudo bem, você deve estar se perguntando o que tudo isso tem haver com o filtro de ar. Você já percebeu como fica o filtro depois de uma trilha? sim, fica imundo, não é preciso explicar que toda aquela poeira e impurezas são aspiradas pelo seu filtro, que limpa o ar utilizado para queima. Bem a combustão ocorre dentro do motor ( meu deus, descobri a pólvora agora ) , acho que você já deve está começando a entender.

Se o filtro não está ali ou se simplesmente você não o encharcou de óleo ou precisa trocá-lo, aquelas impurezas vão direto para dentro do cilindro da sua moto, muitas vezes até pequenos grão de areia , que adivinha? com o tempo ( e não muito tempo ) vão acabar arranhando o seu cilindro e você vai ter que realizar a troca, não so do filtro mais vai ter que comprar o cilindro novo, óleo e pegar a mão de obra do mecânico. Percebe que como uma manutenção simples e barata quando ignorada acaba se tornando algo complexo? As pessoas se esquecem que para haver queimas precisa de existir oxigênio e o filtro existe para garantir que impurezas acabem indo pro seu motor junto com ele. Percebe como tudo isso influência no desempenho da moto? Não é só a gasolina ruim é que faz sua moto engasgar ou ter uma mistura pior, o ar influência diretamente nisso.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Análise: Colete integral ou convencional qual é o melhor?

Muitos trilheiros iniciantes, assim como eu, acabam tendo dúvidas sobre qual seria o melhor equipamento para iniciar suas trilhas, compartilhando minha experiência fiz algumas matérias falando dos equipamentos que eu havia comprado fazendo uma pequena distinção de valor e qualidade entre eles. Recentemente adquiri um colete integral da Alpnistar e resolvi fazer este texto para falar um pouco da experiência que tive com o colete e diferenciá-lo do convencional. Inicialmente é preciso dizer que equipamento de proteção é indispensável independente do seu nível como piloto.


Conforto:
O que grande parte dos usuários procuram e com toda razão é o conforto durante a pilotagem, se você já faz trilhas certamente percebeu que o conforto não está tão presente neste esporte. Claro que uma bota Alpnistar Tech 3 vai oferecer um conforto imensamente maior do que as botas de baixo custo. Mais como estamos falando de colete, ambos são desconfortáveis, mas não podemos dizer que o colete integral seja de fato MUITO desconfortável, isso é uma mentira. A realidade é que o colete integral me pareceu bem mais confortável que o convencional, ainda que sem dúvida um pouco mais quente.

Mobilidade:
A única diferença que senti foi na hora de colocar a camisa por cima do colete, confesso que devido ao protetor de coluna essa foi uma tarefa um pouco mais complicada. Em geral o colete acaba "forçando" o piloto, ou se preferirem lembrando ao piloto de manter uma postura mais correta quando sentado ou mesmo de pé na motocicleta. O equipamento acaba condicionando a sua postura, no final da trilha me senti menos cansado do que habitualmente eu estaria. Além disso, o colete integral é mais justo ao corpo ( evidentemente ) o que passa mais confiança é até mais conforto.

Segurança:
É inegável que os coletes deste gênero passam uma sensação de segurança muito maior, e não é apenas sensação, o material do colete integral é muito melhor do que dos coletes comuns ( principalmente os de baixo custo ) oferecendo uma proteção maior para os ombros, braços e cotovelos. Você ja percebeu a quantidade de pedras e irregularidades pelo terreno? o protetor de coluna do colete integral é completo indo até o final da coluna, uma proteção que nesse esporte eu considero indispensável.

Preço:
Existem vários modelos de coletes, e os mais diversos preços, no caso da Alpnistar você vai encontrar variações de preço, normalmente em torno de R$ 800,00. Porém existem modelos de R$ 500, 600, 427 e até mesmo de R$ 329 reais, no caso dos modelos da ASW que é uma marca bem conceituada. 






Como veredicto final, prefiro o colete integral em todas os quesitos conforto, mobilidade, desempenho, proteção e até mesmo preço. Se você gosta de fato deste esporte e quer investir mais na sua segurança fica minha dica.